Canil Gigantes do Moenda Dogue Alemão

 Canil Gigantes do Moenda
Primeiro dia do filhote.

 

 

  • Filhotes

    1 - Quando o cachorrinho chega em sua casa você deve se concentrar na sua educação, para que sua presença não se torne um transtorno. Devemos citar aqui um pouco de psicologia canina, para que você possa obter sucesso na educação. Théo Gygas, autor de "O Cachorro em Nossa Casa" explica em seu livro que os cachorros viviam em grupos, e uma das suas características era a escolha de um líder da matilha, a quem todos os membros se subordinavam. Ele compara essa afirmativa com os dias de hoje, observando que os cachorros não mudaram muito; agora escolhem seu dono como líder e a ele obedecem. Aconselha então que este demonstre sua liderança sendo firme e justo. Qualquer sinal de fraqueza, de condescendência é interpretado pelo instinto animal como subordinação e nesse caso a autoridade é invertida. Portanto quando der uma ordem faça-a com firmeza, mas sem força bruta, da mesma forma elogie e acaricie seu cachorro quando ele merecer.



    2 - Ao chegar o filhote, o mesmo deve ser assistido por um veterinário.

    3 - A escolha do local é importante, pois será onde o filhote permanecerá.

    3.1 - O local tem que ser supervisionado antes da chegado do mesmo, se ficar em algum cômodo da casa o interessante é verificar os seguintes pontos:

    3.2 - Os filhotes adoram fios, mangueira de gás, puxadores de móveis, objetos pendurados ao seu alcance, estes devem ser retirados ou obstruídos para que o filhote não tenha acesso para morder ou brincar.

    3.3 - Quando o filhote tiver acesso aos outros ambientes da casa, deve-se sempre ter alguém observando o mesmo, pois, tudo é novo para ele e como são curiosos com certeza irão retirar coisas de mesas baixas, móveis, morder o sofá, brincar com o fio do telefone, neste momento deve ser advertido, pois somente assim o filhote começará a entender o que pode e o que não pode fazer, recomenda-se oferecer ao filhote brinquedos para que o mesmo esqueça as tentações externas.


  • 1ª Noite

  • Nos primeiros dias é natural que o filhote chore por estar estranhando o seu novo lar. Uma forma de amenizar este sofrimento é colocá-lo numa cama bem confortável e mantê-lo bem quentinho. Também ajuda colocar um despertador tic-tac para embalar seu sono. Escolha um local adequado para seu filhote dormir. Este lugar deve ser arejado, seco, limpo e sem correntes de ar.





  • Higenização do local e do filhote.

  • Para que ele não suje toda casa com suas necessidades vão aqui algumas dicas: reserve um espaço para esse fim e todo o dia leve-o a esse local algumas vezes e espere que se alivie, de preferência, após a alimentação, pois a movimentação no tubo digestivo estimula a defecação e depois elogie bastante. Para quem mora em apartamento ajuda muito estender no chão várias folhas de jornal, uma em cima da outra, e a medida que forem sujando vão se tirando as de cima. Também já existe no mercado tapete especial para este fim.


    - Temos que manter o local aonde o filhote faz suas necessidades sempre limpo, portanto é interessante trocar os jornais ou tapetes higiênicos com freqüência, limpar o ambiente com produtos de limpeza, o filhote tem um olfato superior e o cheiro de alguns produtos podem irritar seu filhote, portanto é necessário que enquanto realizado este procedimento, o animal não permaneça nele.

    -

    1 - BANHOS



    - 1.1 - Filhotes

    -Não dê banho antes de completar o ciclo de vacinação. Antes desse período o filhote não estará totalmente imunizado e poderá adoecer. O que você pode fazer é uma higienização, usando água morna e vinagre e com auxílio de um pano embebido nessa solução limpa-se o pêlo do animal e sua genitália, depois seque-o e limpe suas orelhinhas com algodão umidecido em álcool (sem excesso de álcool para que não escorra para dentro da orelha). Faça essa higienização em dias quentes e nos horários de pico do sol. Para os cachorros com mais de 4 meses também devemos escolher dias quentes para o banho, mas este poderá ser completo. Não permita que entre água nas orelhas, para evitar a otite (inflamação do ouvido), tapando-as com chumaços de algodão.



    -1.2 - Adultos

    É dado de acordo com a necessidade, pois a pele do cachorro possui glândulas sebáceas que proporcionam ao corpo uma proteção gordurosa, defendendo-o contra o calor e o frio.



    -1.3 - ESCOVAÇÃO

    A escovação deve ser feita com a maior freqüência possível para que sejam removidos pêlos e células mortas. Faça primeiro no sentido contra o pêlo e depois a favor, usando uma escova própria para a pelagem do cão. Fazendo isso ficará sempre brilhante.



    - 1.4 - UNHAS

    As unhas costumam crescer muito nos cachorros que vivem dentro de casa. É muito importante cortá-las, para que não machuquem o animal e também este não arranhe ninguém. Esta operação só deverá ser feita por veterinários ou pessoas capacitadas. Unha excessivamente grande também influencia na movimentação do animal e pode causar dor e inflamação.



    - 1.5 - PATAS

    Um ponto importante do Dog Alemão são seus pés. Esses devem ser sempre observados, no clima seco e frio podem apresentar ressecamento e rachaduras, o que pode ser facilmente tratado com a utilização de um creme hidratante (de preferência sem cheiro) e aplicado sem excesso.



  • Alimentação normalmente gera problemas na chegada.

  • - Quando comprar um filhote informe-se com o criador o nome da ração que vem alimentando o mesmo, para você continuar com a mesma marca, caso tenha dificuldade em encontrar, solicite ao criador uma quantidade da ração a qual o filhote esta acostumado que dure por sete dias, em seguida compre a ração desejada, no primeiro dia inclua 20% da nova ração e vai aumentando até substituir por completo, se não ocorrer essa substituição gradativa o filhote poderá ter problemas de adaptação com o seu intestino, lembrando que o mesmo é um bebe muito frágil, principalmente o aparelho digestivo.

    - Escolha o local onde for deixar a alimentação de seu filhote água e comida, sendo este longe do local onde o mesmo for fazer suas necessidades, pois os animais procuram fazer suas necessidades longe do local onde se alimentam, portanto se colocar muito próximo com certeza ele não acostumará a fazer as necessidades no local que determinou.

    - Os potes para alimentação e água não podem ficar no chão, principalmente para cães maiores o ideal é ficar numa altura onde o filhote não precise se abaixar para se alimentar ou beber água, portanto conforme o crescimento de seu filhote aumente a altura dos potes. Quando alimentar seu dog alemão procure retirar a água do local até o término da alimentação são cuidados importantes para evitar a torção gástrica.

    - O dog alemão se desenvolve geralmente até os 36 meses de idade.

    - Uma alimentação incorreta pode provocvar anormalidades esqueléticas. O excesso de cálcio causa concentração no lúmen intestinal, rápida absorção e aumento do cálcio plasmático. A hipercalcemia persistente resulta na secreção excessiva de calcitonina, deprimindo a atividade da paratireóide, interferindo na maturação, acentuando a aposição, diminuindo a remodelagem óssea e culminando com osteocondrose em diferentes locais. Uma alimentação correta promove um crescimento adequado e previne seqüelas futuras. É fundamental que a ração oferecida ao cão seja adequada a grandes raças, com um teor de cálcio perto de 1%.

    - Qualquer falha nutricional poderá comprometer muito o futuro dele. A dieta para cachorros em crescimento é diferente da de adultos, necessitam de uma quantidade maior de nutrientes (normalmente com um teor de proteína maior).

    - O criterioso ajuste na formulação entre proteína, energia, minerais e vitaminas permite perfeito sincronismo no desenvolvimento. O alimento deve ser oferecido seco.

    - O cão deve ser alimentado somente com a ração apropriada, não dê outros alimentos, além de não fazer bem e atrapalhar o apetite de seu cachorro faz com que ele se transforme num pedinte indesejado. Um carinho irá produzir os mesmos efeitos que um pedaço de pão. Ficam proibidos doces, pães, biscoitos, refrigerantes, molhos, alimentos condimentados, batatas, gorduras, frituras, ossos (principalmente).

    - Ossos especiais para cães são os recomendados. Os biscoitos para cachorros são uma ótima alternativa para aqueles que não resistem em oferecer petiscos para seu cachorro e também colaboram na limpeza dos dentes e fortalecem a mandíbula devido a sua textura, mas sem exageros.

    - As proteínas, na dose certa, produzem desenvolvimento muscular, é fonte de aminoácidos essenciais e têm participação em quase todos os níveis de atividade bioquímica. As gorduras são formas concentradas de energia, realçam o sabor dos alimentos e propiciam pelos brilhantes e macios. Os carboidratos auxiliam na digestibilidade e auxiliam para que o cão tenha fezes menos volumosas e mais firmes. As vitaminas estimulam o sistema imunológico prevenindo patologias infecciosas, atuam contra o stress e catalisam reações químicas. Os minerais propiciam o desenvolvimento dos ossos e dentes e atuam no equilíbrio hidroeletrolítico. Os alimentos industrializados de qualidade possuem na sua formulação todos esses ingredientes, de forma balanceada para cada fase do animal. São mais práticos, sua textura crocante, o que impede o acúmulo de resíduos nos dentes diminuindo a formação de tártaro. Sem falar que a excelente digestibilidade.

    - Lembre que para o filhote é tudo novo e demora alguns dias até acostumar a fazer as necessidades no local adequado, estimule de carinho quando o mesmo fizer no local apropriado o ideal é dar uma recompensa pelo acerto, quando flagra o filhote fazendo em outro local só podemos reprimir no momento, após não adianta brigar, pois o mesmo não entenderá o que você está dizendo na verdade só irá confundi-lo.





  • Banho de sol.

  • É interessante que o filhote tome sol no mínimo 2 horas por dia, mas temos que tomar alguns cuidados:

    - Se houver no local alguma planta que seja venenosa, objetos cortantes, plásticos ou tampas, é necessário sua retirada, pois para o filhote tudo é novo e o atrai,podendo ele cheirar e possivelmente morder e até ingerir algo que possa vir prejudicar sua saúde.

    - Não é interessante levar o filhote para passear aonde há um fluxo grande de outros cachorros antes de serem dadas todas as vacinas, pois, o filhote ainda está exposto à bactéria e vermes, existe sim a necessidade de socialização do filhote com o mundo externo, mas é de extrema importância tomar estes cuidados.

  • Os filhotes encostam-se em paredes:

  • - O hábito que o filho poderá desenvolver é de se encostar nas paredes, este costume pode trazer conseqüências indesejada, o filhote pode se desenvolver com problemas nas articulação ósseas.

    É muito importante estar atento evitando esta prática, retirando o mesmo desta posição indesejada e o advertindo, com o tempo o mesmo perderá este costume e não encostará mais.

  • Vacinação

  • 1 - A primeira vacina deve ocorrer entre os 45 a 60 primeiros dias a segunda com 90 dias e a terceira com 120 dias, são essas vacinas que imunizará seu filhote contra diversas doenças, há inúmeras no mercado deve-se sempre solicitar orientação de um veterinário.

    6 - Após a aplicação da vacina observe seu filhote por algum tempo, pois podem ocorrer situações indesejáveis e a rapidez em encaminhar ao seu veterinário será de grande ajuda ao seu filhote.

    7 – No quarto mês ocorre a vacinação contra a raiva.






    Principais problemas desta raça

  • Vermes

  • Parasitas Internos

    Os vermes são freqüentemente encontrados nos cachorros, por isso é necessário fazer exames de fezes periódicos, seguidos de tratamento prescrito pelo veterinário. Os parasitas causam debilidade, podem causar distenção abdominal, diarréia, emagrecimento, anemia e, dependendo do verme, até a morte.

    Parasitas Externos

    São as pulgas, piolhos, carrapatos e ácaros. Causam grande incômodo para o animal, além disso, carrapatos contaminados transmitem Babesiose e a Erlichiose, doenças que podem levar a morte. As pulgas ingeridas podem contaminá-los com tênias. Utilizamos normalmente produtos que evitam as pulgas e carrapatos, como, por exemplo, Front Line e outros.

    - Aos trinta dias ocorreu a primeira desverminação com mais 14 dias a segunda e com 60 dias a terceira e com 90 dias a quarta;

    - Após o três meses os filhotes ficam em contato com os demais cães então a cada dois meses desverminamos todos os cães, até os filhotes completarem um ano de vida, após essa data, há cada quatro meses ocorre a desverminação de todos os cães.

    - OBS. Procuramos trocar o fabricante do vermífugo para o organismo não acostumar sempre com o mesmo.

  • Sarna

  • As sarnas são provenientes dos ácaros. O cão é infectado por três tipos diferentes: otodécica, demodécica e sarcóptica. Existem no mercado produtos que matam esses parasitas.

    Para a eliminação total é preciso também combatê-los no ambiente. É importante não utilizar fêmeas portadoras de sarna demodécica, ou mesmo de linhagens que já apresentaram a sarna. Mesmo assim é praticamente impossível dizer, com certeza, que determinado animal não irá apresentar sinais da mesma em algum momento de stress em sua vida.

     

  • Torção gástrica

  • Caracterizada pela rotação do estômago sobre o seu eixo quando há um grande aumento do seu volume. O cão fica ofegante, com muitos gases, estufa rapidamente e pode morrer em poucas horas. Veja mais..

     

  • Megaesôfago

  • – Possivelmente de origem hereditária, é provoca acúmulo dos alimentos no esôfago e provoca a dilatação do órgão. Neste caso, o cão regurgita com freqüência, apresenta nítido desconforto após as refeições, perde peso e está sempre com fome , podendo até morrer por inanição e pneumonia.

     

  • Higromas

  • –Provocado normalmente por excesso de peso, faz com que apareçam bolsas flácidas e inflamação nas articulações do cotovelo, principalmente se o cão se deita sobre superfícies muito duras, que atritam os ossos. Para evitar a ocorrência, o dono deve acompanhar com rigor a alimentação do cão a fim de que ele não engorde de forma exagerada.

     

  • Calos

  • São uma proteção das articulações ao atrito, provocado principalmente pelos pisos de cimento e aparecem devido ao grande peso dos Dogues. Deve-se evitar que o cão durma em camas duras. Veja mais..

     

  • Osteodistrofia hipertrófica

  • perda de apetite, febre alta, inchaço das articulações e dificuldade de locomoção, causado, aparentemente pelo excesso de cálcio e, principalmente em filhotes.

     

  • Dermatite

  • O tipo mais registrado no Dogue é a seborréia, com descamação da pele, que pode estar muito oleosa ou muito ressecada.

     

  • Displasia coxo-femural

  • (encaixe errado do fêmur na bacia, causando dores e dificuldade de movimentação), porém com pequena freqüência.
    Veja mais..

    O criador deve sempre evitar que animais que possuam defeitos ou características indesejáveis continuem como reprodutores. Esses animais são companheiros maravilhosos, mas não devem ser utilizados como reprodutores.

    

    ...

    ...